Blogger Template by Blogcrowds

.

Falando de livros


Demorei um pouco mais que o planejado para aparecer aqui, mas antes um pouco tarde do que muito tarde, né? O tema do post de hoje é a Bienal do Livro!! Ela vem acontecendo desde o dia 12 de agosto, e irá terminar apenas no dia 22. Sorte daqueles que conseguem/conseguirão ir até o último dia como parte d

este evento que esta belíssimo na opinião desta escritora não-publicada e leitora assídua, mas, como eu não faço parte deste afortunado grupo, compareci apenas durante dois dias e irei aparecer em um terceiro. E é exatamente por ter tão poucos dias à minha disposição que fiz o que podia e o que não podia para tirar o maior proveito.


Dia 13.


Este dia foi corrido. Sai mais cedo do cursinho em companhia do meu bom amigo Dan M. Matsumoto para conseguirmos atravessar metade de São Paulo no transporte público (e eu tenho certeza de que todo paulista entende o drama desta aventura). Saímos da João Dias de ônibus, descemos no ponto errado... Tivemos que subir umas quatro quadras até o shop. Santa Cruz (ou mais... para quem tem alguma idéia, descemos do lad

o da Unifesp), em um calor terrível que não havia sido previsto (sim, estáv

amos com roupas relativamente agasalhadas, já que os últimos dias nesta cidade de “somente” 12 milhões de habitantes tem sido uma verdadeira geladeira). Pegamos o mêtro e descemos da Rod. Tiête, tudo isso para ainda ter que pegar um ônibus gratuito cedido pela bienal que nos levaria até o evento. Como sempre acontece nestes casos, absolutamente ninguém soube realmente nos informar onde tínhamos que pegar o maldito ônibus, e fomos para todos os cantos possíveis, parando até mesmo em um ponto de táxi suspeito que eu admito: me aterrorizou. E o medo foi perfeito, afinal, foi uma lindíssima (e ensolarada, blergh) sexta-feira 13 de agosto.

Chegamos exatamente na hora para conseguirmos fazer o que realmente queríamos: assistir a “palestra” do André Vianco (Os Sete, etc) ao lado de Martha Argel (Vampiro da Mata Atlântica e Relações de Sangue) e Giulia Moon (Kaori, etc). Quando paramos na frente do Salão de Idéias, ansiosos para pegarmos as senhas e entrarmos, fomos informados de que o lugar estava lotado. E eu admito. Um verdadeiro desespero -e ódio quase assassino- começaram a bombear o sangue pelo corpo, e acho que se eu fosse conhecida da moça que me disse aquilo ela teria ouvido muitas coisas... Mas, como meus pais me deram uma boníssima educação, eu fiquei quieta, apesar de emburrada.

Para o nosso quase alívio, ficamos sabendo que conforme houvessem desistência, mais pessoas poderiam entrar. Havia umas oito na nossa frente, e eu não acreditei que fossemos conseguir. Mas, contrário a todas as estatística e expectativas, mais de oito pessoas saíram da palestra (e não consigo pensar em nenhum bom motivo), e nós conseguimos assistir. Foi divertidíssimo ver os três nomes do vampirismo nacional debatendo o tema, e saber mais sobre eles e sua maneira de escrever foi extremamente enriquecedor. Claro que as pergunta referentes a Crap- quer dizer, Crepúsculo geraram respostas perfeitas. Se quiserem assistir a palestra, ela esta inteirinha no youtube (dividida em 9 partes, hehehe). Ai vai o link do começo: http://www.youtube.com/watch?v=DjPwNS6Xk1E e uma foto de como estava o recinto (pena que a Martha virou o rosto...)



Para aqueles que se interessarem pelos autores, os livros deles podem ser encontrados em qualquer livraria. E, sim, eles tem twitter (amo essa tecnologia): @MarthaArgel @andrevianco @giuliamoon


Depois de assistirmos a palestra demos umas voltas pela bienal e até pensamos em pegar uns autógrafos do André Vianco... Mas, infelizmente, a fila de quatro horas dele acabou sugando nosso ânimo (bem característimo, para um escritor de livros sobre vampiros). Os livros da Martha Argel e da Giulia Moon iam além do curto dinheiro que eu levei neste dia (e, como disse o Leandro Reis, essa é a história da minha vida), mas às vezes as histórias tem um final feliz.


Dia 14.


E, logo no dia seguinte, cá estou eu novamente! Boa tarde, Bienal! O meu plano era chegar até as 14h00, mas, como sou eu, as coisas não saíram como planejado. O que me irrita muitíssimo. Desta vez não fui nem com o Dan e nem com algum dos meus ilustríssimos amigos, fui com uma das pessoas mais perfeitas do mundo: minha mãe, Alejandra Guarim. Podem dizer o que quiserem (filha coruja, por exemplo), mas eu babo pela minha mãezinha (e o seu pai? Bem, por ele eu não babo, mas ai de você se falar mal dele... Só eu posso, sou a filha, ora essa...). E porque eu tinha um horário cravado para comparecer ao evento? Simples. Porque estava acontecendo o lançamento do “Senhor das Sombras” do Leandro Radrak Reis!! E eu queria comparecer ao evento desde o começo. Me atrasei por uma hora (trânsito + estacionamento complicado + caminhada...), mas consegui encontrá-lo a tempo! Comprei o livro dele (e já peguei o autógrafo, óbviamente) e também o “Annabel & Sarah” do escritor com saco de pão na cabeça, Jim Anotsu (e deste eu não tenho autógrafo... maldito seja). Segue abaixo uma foto minha e da minha mãe com cara de bobonas junto do Leandro Reis.



Ficamos um bom tempo no stand da Editora Idea conversando com todo o tipo de pessoa que passava por lá, como o Will Ricciardi e a Larissa Caruso (ambos autores presentes no “Tratado Secreto de Magia” -ou seja, vocês ainda vão ouvir falar destes dois). Após algum tempo quem apareceu foi a Martha Argel e sua

estilosa bengala para autografar exemplares do seu lançamento da vez, o “Vampiro da Mata Atlântica”. Eu admito que me interessei muitíssimo por ele, mas não foi este livro dela que comprei desta vez. Depois de um tempo conversando por lá, resolvemos bater perna e caminhamos até stand da Giz Editorial, onde havia uma grande concentração de pessoas. Uma turma da comunidade do Skoob no orkut (pois é... eu também fiquei meio confusa no início, mas até que faz sentido) estava por lá, então havia uma animação acima do comum em um final de semana

na bienal.

E foi lá, contando minhas moedinhas e notinhas quebradas (e não é

exagero quando uso estas palavras, sou a rainha do dinheiro miúdo) que adquiri mais dois livros, o “Kaori” da Giulia Moon, e o “Relações de Sangue”, da Martha Argel, que acabei priorizan

do com sua capa nova do que o lançamento dela. Não me culpem, os dois eram interessantes, mas teve algo no “Relações de Sangue” que me seduziu. Peguei os autógrafos delas e tirei uma foto:



As duas são extremamente simpáticas. Conversamos por longuíssimos minutos, e foi realmente divertido.


Saímos dali na direção de nada mais nada menos do que a praça de alimentação, afinal, nossos interiores não deviam ver comida há umas cinco horas. Claro que tudo na bienal é relativamente caro quando assunto é comida, e livros vêm antes de alimentação saudável, então nos servimos de um cachorro-quente “faça você mesmo”, que não era grande coisa, mas era barato e matou a fome até a hora de irmos embora. Em seguida me encaminhei na direção de uma das atrações do dia, além do lançamento do segundo livro do Legado Goldshine, que mais me chamou atenção para este sabádo: o lançamento do terceiro Dragões de Éter do Raphael Draccon.

O stand da Leya, onde acontecia o evento, não poderia estar mais lotado. Um grupo de atores fantasiados como personagens da história estava às costas do autor que assinava os livros com sua

calma característica, apesar da fila que só tendia a aumentar. Tinha um cara tocando um tambor (que, depois de uma meia hora ali, me deu vontade de arrebentar-lhe o crânio. Era divertido, mas depois de um tempo comecei a ficar com dor de cabeça. Imagino o estado do Raphael Draccon no final do evento... pores tímpanos), um outro tocando flauta (e este eu pude apreciar por um longo espaço de tempo, tocava muito bem), um rapaz segurando a bandeira com o símbolo que vem na capa dos livros, uma garota vestida como uma das principais personagens, Maria, e outros dois com as fantasias do príncipe herdeiro, Anísio, e do príncipe Axel. Este segundo estava fazendo um grande sucesso com as garotas (era um rapaz realmente muito bonito com uma roupa que deixava o tórax nu... Também pudera, heim, Leya?). Meu plano era comprar o livro e já pegar o autógrafo, mas a fila era tanta que minha mãe acabou me impedindo. Tirei fotos e me preparei para comprar o livro no dia 21.


Nesta foto vocês podem ver os atores e o sorriso de bobo do Raphael Draccon. Admito que me impressionei com o instante que consegui captar, acho que esse sorriso expressa um mundo de satisfação... E merecida! Demos uma passada no stand da Novo Século, para ver o André Vianco, mas uma vez mais a fila estava insuportável, e por isso acabei só tirando umas fotos e parti.



Todo esse pessoal também tem twitter. O do Leandro Reis é @Radrak, da Larissa Caruso é @larissa777 , tem o @jimanotsu e o @raphaeldraccon


Dia 21.


Este dia ainda não aconteceu, mas tem um par de eventos que eu irei, com certeza, comparecer!

Devido ao sucesso do evento do “Dragões de Éter” no dia 14, a Editora Leya decidiu repetir a dose agora no dai 21! Como estou prevenida para a magnitude do que esta por vir, esperem que eu esteja lá bem antes das 17h00 previstas para o começo do evento. Quem for aparecer por lá, me avise!

Além disto, outro evento importantíssimo, é o lançamento do primeiro romance da minha querida A.P. Ribeiro, Esmera!



Aos interessados em uma história de magia, lutas épicas, motivos gloriosos e boa escrita, esta é uma ótima sugestão! E poderão aproveitar para conseguir um autógrafo dela, além de conversar com esta simpática garota. Quem quiser saber mais, o blog dela encontra-se na minha lista de sugestões do lado direito, e o twitter dela é @annipribeiro


Acabei de excedendo um pouco neste post, mas é por um motivo nobre (super! Poxa, são livros!).


As demais fotos do evento estão aqui: http://picasaweb.google.com.br/101275523870521688752/BienalDoLivroDeSaoPaulo2010#




Não esqueçam de deixar sua opinião!





-Nínive Leikis

1 Comment:

  1. Alnwick said...
    Po, to com xiumes desse tal de dracon.

    bjs, Alnwick


    Atualize o Blog mais vezes e siga em frente.

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Ocorreu um erro neste gadget